Case

Exumação "post mortem"

Investigação de vínculo genético entre filho(a) e os restos mortais do(a) suposto pai falecido e/ou suposta mãe para comprovar se o indivíduo é filho biológico do(s) investigado(s).

VÍNCULO GENÉTICO
Aplicação
Investigar vínculo genético entre filho, suposto pai e/ou suposta mãe e parentes do suposto pai ausente/falecido; identificar indivíduos; crimes sexuais; identificar cadáveres carbonizados, em decomposição, mutilados; análise de instrumentos lesivos/vítimas; aborto; gravidez resultante de estupro; vínculo genético em raptos, seqüestros e tráfico de menores; anulação de registro civil de nascimento; banco de DNA; etc.
Metodologia
Reação em Cadeia da Polimerase (PCR-STR).
Material
3 mL sangue total (EDTA); sangue total em papel FTA; swab bucal; bulbo capilar; unha; 10 mL de líquido amniótico; material de aborto; ossada; vilosidade coriônica e outros materiais especiais.
Recomendações
Não é necessário jejum para a colheita de sangue.
Armazenamento
Sangue, papel FTA, swab bucal, ossada, líquido amniótico, vilosidade coriônica: estável à temperatura ambiente; Bulbo capilar, unha: armazenar em recipiente seco à temperatura ambiente; Material de aborto: estável a -20ºC; Materiais especiais: consultar.
Estabilidade
Não aplicável
Transporte
O material deve ser transportado à temperatura ambiente
Prazo de recebimento
Não aplicável.
Prazo de entrega
A consultar.
Rotina
Semanal.
Interferentes
Transplante; transfusão sanguínea; amostra heparinizada ou em formol.
Valor de Referência
Positivo.